terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Paródia, Os cupim estão comendo a casa, No dia em que saí de casa, Zezé Di Camargo e Luciano

 

Paródia, os cupins estão comendo a casaMais uma paródia. Esta é da música No dia em que saí de casa da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano.

Segue logo abaixo a letra da música e na sequencia a letra da paródia:

Letra da música:

No Dia Em Que Eu Saí de Casa
Zezé Di Camargo e Luciano

No dia em que eu saí de casa
Minha mãe me disse
Filho, vem cá!
Passou a mão em meus cabelos
Olhou em meus olhos
Começou falar

Por onde você for eu sigo
Com meus pensamentos
Sempre onde estiver
Em minhas orações
Eu vou pedir a Deus
Que ilumine os passos seus

Eu sei que ela nunca compreendeu
Os meus motivos de sair de lá
Mas ela sabe que depois que cresce
O filho vira passarinho e quer voar

Eu bem queria continuar ali
Mas o destino quis me contrariar
E o olhar de minha mãe na porta
Eu deixei chorando a me abençoar

A minha mãe naquele dia
Me falou do mundo como ele é
Parece que ela conhecia
Cada pedra que eu iria por o pé
E sempre ao lado do meu pai
Da pequena cidade ela jamais saiu

Ela me disse assim:
Meu filho, vá com Deus
Que este mundo inteiro é seu

Eu sei que ela nunca compreendeu
Os meus motivos de sair de lá
Mas ela sabe que depois que cresce
O filho vira passarinho e quer voar

 

Letra da paródia:

Os cupim tão comendo a casa
Precisamos de baygon
Pra matar
O pilão que eu tinha tanto zelo
Nem ponhando óleo
Eu consegui sarvá
Tò preocupado com o pé de figo
Cupim lazarento
O que que vou fazer
O jeito é colocar veneno
nos pneus
O chapéu de palha eu já disse adeus.
O nosso armário os cupim já comeu
Não teve jeito tive que queimar
Se estas pragas algum lucro desse
Não ia ter nenhum pra historia conta
Mas a charrete eu pude acudi
Foi um presente da minha Tatá
E agora já estão comendo a porta
E a cerca da horta, já virou jantar
A festa agora é na pia
Lá se foi a rolha
do litro de mé
E o veneno ainda não faz efeito
Mas eis vão, sumir ainda tenho fé
Mas ele são marvados demais
Não tem piedade
Piscou, destruiu
Agora estão comendo
Os sapatos meus

Do corcel, já comeu os pneus.

    Choose :
  • OR
  • To comment
Nenhum comentário:
Write comentários