sábado, 8 de abril de 2017

Canais iniciantes deixarão de ser monetizados no YouTube

 

O blog dos criadores do Youtube e o YouTube creators blog, anunciaram recentemente que irão colocar uma pequena restrição na monetização para canais que estão começando. Tudo isso devido ao impacto negativo que alguns usuários estão fazendo para monetizar conteúdos. Por causa disso o YouTube das gringa acabou sofrendo boicote de algumas marcas importantes porque seus anúncios estavam sendo veiculado em vídeos inapropriados para tal. No final do vídeo colocamos um podcast desta postagem, caso você prefira assistir a ler.

Até o momento presente, o YouTube não tinha restrição nenhuma quanto a monetização de conteúdo mesmo que o canal não tivesse inscritos ou visualização nenhuma. Bastava o usuário fazer o upload do primeiro vídeo que ele já podia se inscrever no PPY (programa de parcerias do YouTube). E esta facilidade acabou que atraindo usuários espertinhos, que não produz, e fica fazendo re-uploading de conteúdo de terceiros.

Canais iniciantes deixarão de ser monetizados no YouTubeAgora a restrição é que o usuário tenha pelo menos 10 mil visualizações para poder dar início na monetização de conteúdo e depois disso o blog vai passar por uma avaliação da equipe do YouTube. Para os canais que ainda não alcançaram este número, mas foram criados antes do lançamento do artigo ficará como antes. Vamos ler agora o artigo publicado no blog dos criadores de conteúdo br.

10 mil visualizações é número bem baixo. Lembro que quando eu comecei a postar vídeo ser parceiro do YouTube era privilégio para poucos, mas digo poucos mesmo. Lembro que em 2011 o processo era bem mais difícil. Você tinha que preencher um formulário com os dados do seu canal e enviar para aprovação. E se o se canal não fosse aprovado (isso tinha grandes chances de acontecer) você só podia enviar outra solicitação depois de 2 meses.

Fiquei muito tempo tentando até que um recrutador da Machinima encontrou o meu canal e me enviou um convite para entrar na rede. Foi desta forma que consegui entrar no programa de parceria do YouTube. Na época era muito difícil, só mesmo por meios de network para se conseguir ser parceiro do YouTube. Diferente dos dias atuais.

Monetização caindo

Não sei se é por causa deste boicote que o youtube vem sofrendo, mas notei nos últimos dias uma queda de mais de 60 por cento nos ganhos do meu canal principal, que é o Sonaje. Antes o canal estava dando picos de quase 50 dólares por dia e do nada começou cair e os picos maiores caíram para 18 dólares por dia dia 6 agora é que deu um pico maior, vamos torcer que volte como era antes. Se vocês passaram ou estão passando por este tipo de problema também com monetização deixe aí o seu comentário.

Alerta. O que fazer para melhorar a comunidade?

Galera nós como criadores do conteúdo, temos que fazer o máximo para ajudar a plataforma a crescer, por isso vou dar algumas dicas aqui. Temos que ajudar quem nos ajuda. Se o YouTube está sendo uma fonte de renda pra gente temos que torná-la cada vez melhor, que assim a gente também ganha. Então como podemos ajudar?

E já que estamos falando de YouTube, gostaria que vocês conhecessem o TubeBuddy uma ferramenta que vai aumentar em muito a sua produtividade em criação de conteúdos.

  • Denuncie vídeos que você acha estão irregular - Se você vir algum vídeo, por exemplo com conteúdo sexual explícito, com mensagens de ódio, racista ou este tipo de coisa, use a bandeirola do YouTube para denunciar.
  • Anuncie no YouTube - Muita gente resolve anunciar vídeos para ter mais exposição, e ao invés de usar o próprio YouTube para anunciar usa o Facebook, ou seja você está ajudando outra plataforma que não te ajuda ao invés de ajudar o YouTube que te paga pelo seu conteúdo. Então se você vai anunciar, se for pra usar o Facebook, use o YouTube.
  • Reclamação da plataforma - Outro coisa que atrapalha bastante é a reclamação, eu já fiz vídeos até no meu canal principal falando sobre isso, alguns YouTuber que fica reclamando da plataforma e só aponta as falhas e não agradece pela exposição e os inscritos que o YouTube trouxe pra eles. Uma atitude bacana foi do YouTuber BRKsEDU, que foi totalmente ao contrário da massa e em vez de criticar a plataforma ele apontou os pontos positivos, vale a pena assistir o vídeo. Vou deixar em algum lugar por aqui o link para que vocês possam assistir. Então não reclame pessoal, mandem sua dúvida para o suporte, envie o seu feedback antes de sair reclamando de tudo.

Como prometemos logo no início deste artigo, segue logo abaixo um vídeo com o podcast de tudo que está escrito logo acima.

Então, por enquanto é só isso vou ficando por aqui, compartilhe este conteúdo naquele grupo onde você troca uma ideia sobre o youtube e criação de conteúdo se você gostou das minhas idéias. Tchau!

    Choose :
  • OR
  • To comment
2 comentários:
Write comentários
  1. Muito boa a explicação, possuo um canal de clash of clans com 12.700 inscritos ( canal menezesrmf ) e faz dois meses que meu canal nao esta recebendo nenhum centavo do youtube.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O YouTube ainda está em crise e não se recuperou ainda completamente, por isso muitos viram sua monetização despencar, mas esperamos que volte ao normal em breve, valeu por comentar!

      Excluir